Pontuação do Corinthians é comum na Espanha, mas rara na Itália, Inglaterra e França

GloboEsporte.com analisa as pontuações obtidas nos primeiros turnos das últimas dez edições

(Foto: Reuters)

O Corinthians terminou o primeiro turno do Campeonato Brasileiro com a melhor campanha da história dos pontos corridos com 20 times, modelo adotado em 2006. O Timão chegou a 47 pontos após as primeiras 19 rodadas disputadas, com 14 vitórias e cinco empates. Eram 57 em disputa. Aproveitamento de 82,5%

Atrás de comparativos pelo mundo, o GloboEsporte.com analisou os primeiros turnos de quatro campeonatos da Europa que também contam com 20 clubes, nos últimos dez anos: Inglês, Italiano, Francês e Espanhol.

O resultado mostra que a pontuação do Timão é comum na Espanha, com Barcelona, Real Madrid e até Atlético de Madrid, mas é bem rara nos outros três campeonatos. Veja:

CAMPEONATO INGLÊS

Nos últimos dez campeonatos na Inglaterra, em só três um clube teve desempenho igual ou superior ao do Corinthians após os primeiros 19 jogos. Em nenhum um time passou o primeiro turno invicto.

Atual campeão, o Chelsea foi superior ao Timão na última temporada, conquistando 49 pontos, com 16 vitórias, um empate e duas derrotas (85,9% de aproveitamento). A diferença ao fim do turno para o vice-líder Liverpool era de seis pontos. Os Blues faturaram o título com impressionantes 93 pontos, sete à frente do vice-líder Tottenham.

Os mesmos 47 pontos do Corinthians foram conquistados pelo Manchester United na temporada 2006/2007, com 15 vitórias, dois empates e duas derrotas. Apenas dois pontos eram a distância para o Chelsea. O título foi confirmado com 89 pontos, a seis do mesmo vice-líder.

Um ano antes, o Chelsea fez 52 pontos nos primeiros 19 jogos, com 17 vitórias, um empate e uma derrota. A diferença para o United era de 11 pontos. A vantagem caiu para oito pontos no fim do campeonato, mas o título foi confirmado com impressionantes 91 pontos (no total, foram 29 vitórias, quatro empates e cinco derrotas em 38 partidas).

Em tempo: em 2003/2004, no histórico título invicto do Arsenal, a equipe virou o turno na segunda posição, com 45 pontos, com um a menos que o United. No fim, foi campeã com 90 pontos, após 26 vitórias, 12 empates e nenhuma derrota.

CAMPEONATO ITALIANO

Campeã das últimas seis edições na Itália, a Juventus virou o turno na última temporada com 48 pontos, a sete da Roma. O título veio com 91, a quatro da rival. Nos outros cinco títulos, a pontuação acima de 47 ao final do primeiro turno só se repetiu em 2013/2014, com 52 pontos, 11 À frente da Roma.

Curiosamente, isso não ocorreu no título invicto de 2011/2012, quando o time acabou o campeonato com 23 vitórias e 15 empates. Isso porque, nas primeiras 19 rodadas, o time somou “só” 41 pontos. Foram 11 vitórias e oito empates. Foi a única vez, aliás, que o hexacampeão não perdeu no primeiro turno todo.

No hexa, a pontuação abaixo de 47 pontos se repetiu em 2012/2013, 2014/2015 e 2015/2016.

Antes da Juventus, ainda pegando as últimas dez edições como referência, a Inter de Milão de 2007/2008 havia virado o turno com mais pontos que o Corinthians: foram 49 pontos nas primeiras 19 rodadas, sete a mais que a Roma. O título veio com 85 e a distância foi mantida. Em 2006/2007, a Inter somou 51 pontos nos 19 primeiros jogos, nove à frente da Roma. O título saiu com 97, a 22 do rival.

CAMPEONATO FRANCÊS

Na terra que acaba de acolher Neymar, o desempenho corintiano não é muito comum no primeiro turno. Na última temporada, o Nice virou o turno com 44 pontos, a dois do Monaco, que acabaria reagindo e sendo o campeão ao final do campeonato com 95 pontos.

Em 2015/2016, o PSG fez 51 pontos no primeiro turno, na maior pontuação recente, em 16 vitórias e três empates. O título saiu com 96 pontos.

Antes, considerando as últimas dez edições, apenas em 2006/2007, com o Lyon, os 47 pontos do Timão foram superados: foram 50 pontos nos primeiros 19 jogos. O título veio com 81 pontos.

CAMPEONATO ESPANHOL

O aproveitamento de pontos do Corinthians é comum na Espanha ao se considerar as últimas dez edições, mas não nas duas últimas temporadas. Campeão em 2016/1017, o Real virou o turno com 43 pontos, confirmando o título depois com 93. Vencedor em 2015/2016, o Barcelona fez 45, a um do Atlético de Madrid, levando o caneco com 91, com um a mais que o Real.

Já em 2014/2015, os Merengues viraram o turno com 48 pontos, quatro à frente do Barcelona. No final, porém, a taça ficou com o Barça, que chegou a 94 pontos, dois à frente do Real.

Em 2013/2014, Barcelona e Atlético de Madrid viraram o turno empatados com impressionantes 50 pontos. O Real, em terceiro, fez 47. O Atlético acabou com o título, somando 90, três a mais que os dois rivais.

O desempenho recente mais incrível aconteceu em 2012/2013, quando o Barça virou o turno com 55 pontos após 18 vitórias e um empate, a 11 pontos de distância do vice-líder Atlético. O desempenho do campeão no segundo turno seguiu incrível e atingiu 100 pontos, a 15 do Real.

Em 2011/2012, o Real virou o turno com 49, a cinco do Barça. Os Merengues chegaram a 100 e ficaram com o título, nove à frente do Barcelona.

Em 2010/2011, o Barça fez 52, quatro a mais que o Real. A história terminou mesmo com o título catalão, com 96 pontos, ainda quatro à frente do arquirrival.

Em 2009/2010, o Barça fez 49 pontos e passou cinco à frente do Real. Foram 15 vitórias e quatro empates, em início invicto de campanha. Os barcelonistas foram campeões com 99 pontos, três à frente do time de Madrid.

Em 2008/2009, o Barça fez 50 pontos, colocando 12 de vantagem sobre Sevilla e Real Madrid. O título veio com 87 pontos, nove a mais que o Real.

Em 2007/2008, o Real fez 47 pontos, o mesmo que o Corinthians agora, sete a mais que o Barça. O título veio com 85 pontos, colocando oito no vice-líder Villarreal.