Amunorpi se reestrutura e cumpre seu papel de liderança

Associação reúne seus filiados nesta sexta-feira para escolha da nova direção

A Associação dos Municípios do Norte Pioneiro (Amunorpi) realiza nesta sexta-feira, 14, a eleição para a escolha de seus novos dirigentes para a gestão de 2019. O evento acontece às 9 horas na sede do Consórcio Intermunicipal de Saúde do Norte Pioneiro (Cisnorpi), que também escolherá os membros de sua diretoria para novo mandato no ano que vem.

Nos últimos anos a associação foi alvo da operação “Cheque em Branco”, realizada pelo Ministério Público Estadual (MPPR). Quando assumiu a presidência da entidade no início de 2017, o prefeito de Ribeirão Claro Mário Pereira, e o vice-presidente, prefeito de Santana do Itararé, Joás Michetti, tomaram uma atitude drástica em relação aos pagamentos das contas da entidade.

“Todos os cheques, sem exceção, independente do valor emitido, somente seriam liberados após a assinatura do presidente e do vice, com a apresentação dos respectivos documentos comprovando a realização do serviço”, comenta Joás Michetti.

Após este primeiro ato foi feito parcelamento dos débitos com a Receita Federal, pendências que vinham se arrastando desde o ano de 2015. “Acabou sendo penhorado um valor significativo da Amunorpi e, com isto não conseguíamos as certidões negativas junto aos órgãos federais e estaduais”, explica Joás Michetti. Após o parcelamento e quitação de todos os débitos os valores bloqueados foram devolvidos para a entidade com juros e correção monetária.

No início deste ano, Joás assumiu a presidência tendo como vice o prefeito de Pinhalão Sérgio Inácio Rodrigues. Ele continuou com a mesma austeridade, capitalizando a instituição, que agora possui recursos em caixa resgatando o nome da Amunorpi.

“Conseguimos realizar diversos cursos para os servidores das prefeituras filiadas. Com isto, trouxemos conhecimentos técnicos diretamente para os funcionários poderem realizar nas suas áreas de trabalho o atendimento à população de cada município”, argumenta Joás Michetti.

O Presidente ainda comemora que, após muitos anos, hoje a Amunorpi possui uma sede própria em Jacarezinho. “Hoje a nossa associação está com Certidão Negativa de Débitos da Receita Federal, Certidão Liberatória do Tribunal de Contas e Certificado de Regularidade do FGTS. Agradecemos aos municípios que fazem parte deste resgate da nossa Associação”, finaliza o Presidente da entidade.