Amunorpi quer inclusão da duplicação no orçamento de 2020

Principal rodovia do Norte Pioneiro volta à pauta entre lideranças regionais e governo do Estado

Duplicação da rodovia é uma antiga reivindicação das lideranças do Norte Pioneiro – Lucas Aleixo / Divulgação

A Amunorpi (Associação dos Municípios do Norte Pioneiro) vai pedir ao Governo do Paraná a inclusão das obras de duplicação da PR-092, no trecho entre Santo Antônio da Platina a Jaguariaíva, no orçamento do Estado para 2020. Quem anunciou a reivindicação é o presidente da entidade e prefeito de Pinhalão, Sérgio Inácio Rodrigues (PDT).

Vista como um ponto fundamental para o desenvolvimento da região, a duplicação da rodovia é um pedido antigo do Norte Pioneiro. “Precisamos da PR-092 duplicada. Não tem condição de continuarmos a conviver com essa rodovia do jeito que está. Esta será uma das nossas maiores lutas à frente da Amunorpi e acredito que o Estado irá, finalmente, nos ouvir após todos esses anos de espera”, adianta Rodrigues.

Para este ano o orçamento do Estado prevê a construção de terceiras faixas em diversos pontos da rodovia, além de melhorias na pavimentação. Para o presidente da Amunorpi, porém, as medidas são paliativas. “As terceiras faixas vão ajudar bastante, mas não é a solução adequada. Vamos nos reunir em breve com o governo e colocar na pauta de negociação a duplicação da PR-092 como uma das prioridades da região para o orçamento do ano que vem”, assinala.

Recentemente alguns trechos da PR-092, que estavam em péssimas condições de tráfego, foram recuperados, entretanto, a rodovia ainda apresenta diversos buracos e desníveis no asfalto. Praticamente toda semana são registrados acidentes graves, muitos deles com mortes.

O governo do Estado já sinalizou a possibilidade de privatizar a rodovia entre Santo Antônio da Platina a Jaguariaíva. Como esta alternativa traria obrigatoriamente a instalação de pelo menos uma praça de pedágio neste trecho o tema ainda deve ser debatido mais amplamente com a região.

Com aproximadamente 120 quilômetros de extensão entre Santo Antônio e Jaguariaíva a rodovia é uma importante rota entre o sul do Estado de São Paulo e toda parte leste do Paraná, incluindo Curitiba e o Porto de Paranaguá.

Gargalo

O próprio governador Ratinho Junior, durante a posse da atual diretoria da Amunorpi, no mês passado em Pinhalão, foi enfático ao assinalar que é impossível pensar no desenvolvimento regional sem a duplicação da rodovia, citando a vizinha cidade de Ourinhos (SP) como fator de desequilíbrio. “Se um empresário planeja investir, porque faria aqui no Norte Pioneiro se do outro lado da divisa paulista existe infraestrutura viária ligando o maior centro consumidor (a capital São Paulo) e o porto de Santos?”, numa referência clara de que o gargalo para o desenvolvimento desta região passa, antes de qualquer iniciativa, pela instalação e infraestrutura adequada.